Componentes básicos de um selo mecânico

Bombas, eixos de rotores e outros equipamentos que atuam sob lubrificação constante, demandam a utilização de componentes que façam a retenção do fluído lubrificante. Porém essa atuação é delicada, tendo em vista que uma das funções desse fluído é a lubrificação do próprio retentor utilizado. Variadas tecnologias são utilizadas para essa vedação, como gaxetas e retentores. Dentre elas, os selos mecânicos se destacam pela sua confiabilidade, além da variedade de modelos que se adequam a diversas aplicações.

Diferentemente das outras tecnologias existentes, a vedação proporcionada pelos selos mecânicos é obtida pelo contato entre superfícies perpendiculares ao eixo. Essas superfícies permanecem em contato em função da atuação de uma força axial exercida sobre elas, diferentemente das gaxetas e nos retentores, onde a vedação acontece por meio de um contato radial.

Os selos mecânicos são compostos de três elementos principais:

O anel de selagem, ou face de contato rotativa, que gira junto ao eixo, normalmente fixado a ele. Essa fixação tem o objetivo de impedir a movimentação do anel, que age como interface de vedação principal.

A sede, ou face de contato estacionária fica na carcaça do selo mecânico.

As vedações secundárias são utilizadas para bloquear vazamentos que podem ocorrer entre o anel de selagem e o eixo. Também são utilizadas, em alguns casos, as molas de compressão, responsáveis pela manutenção do contato entre as duas faces.

voltar

Compartilhe esse conteúdo