Uso da Cerâmica Industrial nos automóveis

A cerâmica industrial vem ganhando espaço junto aos mais variados segmentos. Assim como em outros casos, o desenvolvimento de novas tecnologias tem aumentado essa participação em função de novas soluções técnicas ou custo benefício.

A produção de automóveis sofreu bruscas mudanças em seus processos de produção desde a década de 20, além da substituição de boa parte da matéria prima empregada em sua produção. Hoje, em torno de 70% de sua composição é feita de materiais metálicos, substituindo a madeira que era responsável por 85% nos primórdios da indústria automobilística.

Apesar da utilização da cerâmica industrial em velas de ignição há muitos anos, muitos outros componentes foram substituídos por peças em cerâmica industrial, com vantagens econômicas e tecnológicas.

Desde 1990 os automóveis iniciaram um processo de produção tendo como base materiais mais leves, integrados e com facilidades de serem reciclados, e essa parece ser uma tendência irreversível. Dentre essas mudanças além do plástico um dos materiais que mais se destaca é a cerâmica Industrial com produtos como, sensor de oxigênio, válvulas piezoelétricas, discos de freio, ignitores, pistões para injeção de combustível, peças para sistemas eletrônicos e também peças em zircônia nos acabamentos internos. A expectativa é de que novas aplicações ampliem ainda mais o uso de cerâmica industrial na indústria automotiva.

A Macea é especializada no desenvolvimento de soluções em cerâmica industrial para os mais variados segmentos da indústria. Entre em contato conosco e conheça mais sobre nosso trabalho.


voltar

Compartilhe esse conteúdo