Carbeto de Tungstênio- WC

Carbeto de tungstênio ou Carboneto de tungsténio de fórmula química WC, é um composto químico inorgânico, pertencente ao grupo dos materiais cerâmicos avançados e contém partes iguais de carbono e tungstênio. 

O nome " tungstênio " surge do sueco "tung sten " qual significa " pedra pesada ", porém, o elemento "tungstênio" (símbolo químico W- Wolfranio) foi identificado e oficialmente descoberto na Espanha em 1783.

É obtido pelo processo de carburação do tungsténio, aonde a fonte de tungsténio vem a partir dos minerais de Scheelite e de Wolframite. As principais jazidas dos minerais que contêm tungsténio ficam localizadas na China, Rússia, Canadá, Áustria e Portugal.

Na sua forma mais básica encontra-se como um pó fino cinzento e pode ser moldado por prensagem em alta pressão e sinterizado em altas temperaturas, utilizando como ligantes o cobalto (Co), níquel (Ni), ferro (Fe) e a liga níquel-crómio (Ni-Cr). O cobalto é o ligante mais usado quando se pretende alta dureza, quando se pretende um Metal Duro com alta resistência à corrosão o níquel é o ligante mais indicado.

Pode ser utilizado em aplicações industriais que requerem alta dureza e resistência ao desgaste, como: partes criticas de máquinas industriais, ferramentas de usinagem, abrasivos, joalheria, aplicações militares, brocas de perfuradoras, serras circulares, sedes estacionarias e rotativas para selos mecânicos.

Seu ponto de fusão é de 2777 C e é um bom condutor elétrico e de densidade muito alta.

Características termo mecânicas:

Cor: Cinza Chumbo.

Densidade: 19,25 g/cm3.

Absorção de agua: 0%.

Dureza Vickers (HV, 5600g): 20 GPa.

Resistencia a Compressão: 3100 Mpa.

Resistencia a Flexão: 540 Mpa.

Modulo de Young (E): 430 GPa.

Temperatura Máxima de Trabalho: 1400 C.

Condutibilidade Térmica: 174 W/mK.

Condutibilidade Elétrica: 18,9 x 10 (6) S/m

Aplicações:

- Ferramentas de Usinagem.

- Fabricação de Abrasivos

- Sedes para selos mecânicos.

- Brocas especiais.

- Material Bélico.

- Ferramentas de corte.

- Joias.

Tolerâncias Dimensionais:

Tolerâncias dimensionais obedecem a norma DIN 7168, sendo que tolerâncias mais rígidas são obtidas por retífica com o uso de ferramentas diamantadas.

Acabamento Superficial:

-Natural: Ra 0,6 mícron.

-Acetinado: Ra 0,4 mícron.

-Acetinado e Polido: 0,3 mícron.

-Polido Diamante: menor que Ra 0,1 mícron.

Compartilhe esse conteúdo